terça-feira, 27 de junho de 2017

⁠⁠⁠Chakras



⁠⁠⁠Chakras



   A palavra Chakra vem do sânscrito e quer dizer “roda”. Os Chakras são centros de energia através dos quais os corpos espirituais se ligam uns aos outros e ao corpo físico. No corpo físico, os principais Chakras se ligam a glândulas e são sete: de baixo para cima; Chakra básico, sexual, plexo solar, cardíaco, laríngeo, frontal e coronário. O conhecimento da existência, do funcionamento e da influência dos Chakras em nosso bem estar físico- emocional- espiritual é extremamente importante a fim de nos observarmos e tomarmos consciência de que cabe a nós manter equilíbrio a fim de alcançarmos saúde integral. Pensamentos, sentimentos e comportamentos afetam diretamente o equilíbrio desses centros de força e esse equilíbrio, ou a falta dele, reflete imediatamente no corpo físico.

“Orai e Vigiai” é o imperativo de vida daquele que assume a responsabilidade por si.

Vamos então aos Chakras:

   Começando de baixo para cima, temos o Chakra Básico (MULADHARA); situa-se na base da espinha dorsal, entre o cóccix e o genital; ligado às glândulas supra renais, sua cor é o vermelho, pedras usadas para energizar esse Chakra são as pedras vermelhas, como jaspe vermelho. Este centro de força está ligado às funções e necessidades físicas, como dormir, se alimentar. Este Chakra rege a capacidade de realizar os desejos, liga a pessoa à Terra, quando a pessoa não busca realizar seus sonhos ou encontra impedimentos a essa realização, este Chakra fica em desalinho, podendo causar problemas nas pernas, nos pés e no intestino grosso.

   O segundo Chakra a ser abordado é o Chakra Esplênico- Umbilical-Sexual (SVADHISTHANA); sua cor é o laranja e as pedras usadas para energizar esse Chakra são
as de cor laranja, como a ágata laranja. Este Chakra liga-se às gônadas e rege a expressão da criatividade e a capacidade de se relacionar com o outro, ao prazer físico; este Chakra rege os rins, sistema reprodutor, sistema circulatório e bexiga.

   O terceiro Chakra é o plexo solar (MANIPURA), sua cor é o amarelo e as pedras a ele relacionadas são as de mesma coloração; ligado ao pâncreas, este Chakra rege o equilíbrio do sistema digestivo, estômago, fígado, intestino delgado. Localizado pouco abaixo do osso esterno, este Chakra é o centro de força e poder do Ser, é através deste Chakra que o Ser mantém laços de mágoa, rancor e através dele troca energia com o ambiente, este Chakra rege a alegria de viver, sua função é, em equilíbrio, regular a vontade e o poder do Ser.

   O Chakra Cardíaco (ANAHATA )é o quarto, e ao contrário do que seu nome indica, está ligado à glândula timo; localizado no centro do peito este Chakra está relacionado à capacidade de amar e ser amado, ao auto amor, auto estima; duas cores se relacionam a este Chakra, o verde e o rosa e podem ser usados os quartzos verde e rosa para energizá-lo. O Chakra cardíaco rege o pulmão, coração, braços e mãos. Quando o sentimento de amor do ser está muito machucado, este Chakra tende a se fechar.

   O Chakra Laríngeo (VISUDDHA) é ligado às glândulas tireóide e paratireóide e relaciona-se à capacidade da pessoa de expressar seus sentimentos. Sua cor é o azul claro e pode-se usar água marinha para energizar esse ponto de força; este centro de força rege o pescoço, sentido da audição, ombros e amígdalas.

   O chakra Frontal (AJNA) localiza-se entre os olhos, se liga à glândula pituitária. Este Chakra rege a memória, a visão física e a espiritual, ao modo como o Ser se vê, assim como vê o outro e seu lugar no mundo; sua cor é o azul índigo e a pedra sodolita pode ser usada para energizar este centro de força. Este Chakra é considerado a porta da intuição, do discernimento e, quando em desequilíbrio, altera a percepção do Ser quanto à realidade.

   Por fim, o Chakra Coronário, o Lótus de mil pétalas” (SAHASRARA), situa-se no alto da cabeça, como uma coroa, liga-se à glândula pineal, rege o cérebro; sua cor é o violeta e a pedra amestista é usada para energizar este centro energético, está intimamente ligado à iluminação espiritual, este centro de força, quando em equilíbrio, significa que o Ser alcançou a consciência de si como ser sagrado e seu encontro com o divino faz este Chakra irradiar uma luz violeta, ajudando no equilíbrio de todos os demais.


   Muito há ainda que se falar nos Chakras e mais ainda há para conhecer como estes relacionam e regem o equilíbrio de nossos corpos mento/energéticos, este pequeno e despretensioso texto, serve apenas para despertar a curiosidade do leitor a fim de que busque maiores e aprofundadas informações a respeito do assunto.

Namastê

Hélida de Nanã

Um comentário: