quarta-feira, 11 de abril de 2018

Fundamentos da Quartinha de Barro na Umbanda

Fundamentos da Quartinha de Barro na Umbanda
A umbanda possui a sua ritualística própria e, dentro dela, dentro de alguns terreiros, está o uso da quartinha. Ao ser avistada, deve se ter em mente que o espaço onde ela está ocupando é sagrado e tem o intuito de mostrar que se trata de um local de ritual religioso.
O termo quartinha se refere a um recipiente de barro ou de louça, (sendo o de barro mais usado e será explicado mais abaixo) para acondicionar líquidos, sendo para alguns terreiros o seu uso indispensável. E o que torna esse artefato indispensável é o fato dele carregar firmamentos para proteção do médium e/ou do terreiro, conforme a entidade "dona" da quartinha determinar. Elas ficam nos assentamentos das entidades, firmadas no terreiro.
As quartinhas de barro são mais utilizadas devido à simbologia de que a "transpiração" do barro imita a do nosso corpo, pois permite  a renovação de nossas vidas, do nosso ser através da evaporação da água pelos poros do barro, e a adição de mais água sempre que precisar. Elas são instrumentos pessoais e não devem ser manipulados por mais ninguém. Cabe ao médium responsável manter somente sua vibração e a energia da entidade designada para a mesma. É necessário se cuidar das quartinhas como  se cuida da alma, pois ela é como se fosse a essência do médium e tivesse um pouquinho de sua alma.
Dentro delas, é de suma importância, como dito acima, o uso da água e manter  sempre cheia pois com esse ato você está cuidado de si e da entidade firmada. Além da água, possa ser que a entidade peça para adicionar alguns elementos. No meu caso, a quartinha que será firmada por mim, no assentamento do Caboclo Cobra Amarela, guia que trabalha comigo, foi recomendo que se colocasse dentro uma pedra Quartzo Verde e que renovasse a água de 7 em 7 dias.
As quartinhas se encontram em duas formas: uma com alça usada para orixás/entidades que representam o feminino, podendo observar que as com alças se assemelham a uma mulher com as mãos na cintura. E as sem alças usadas para orixás/entidades que representam o masculino.


A importância da água na quartinha  é um fator que predomina na Umbanda.Ela pode absorver, acumular ou descarregar qualquer  vibração, seja benéfica ou maléfica. As águas utilizadas para descarrego, têm fundamento parecido com a fumaça, sendo que a fumaça carrega as energias consigo, e a água absorve essas energias.
  Na nossa umbanda, a água é um dos elementos naturais mais receptivos com uma energia altamente condutora. É bastante utilizada pelas entidades em momentos onde há necessidade de uma limpeza, purificação e energização de nosso corpo astral, afinal existem casos de energias mais densas onde usam água, que somente esse elemento natural é capaz de desfazer, limpar e equilibrar.
A água pode ser traduzida numa única palavra, Vida!
Bruno de Oxóssi

Nenhum comentário:

Postar um comentário