segunda-feira, 21 de maio de 2018

O Erro durante a Caminhada

O Erro durante a Caminhada 

Em uma das giras que participei recentemente, um Baiano simpático sentou ao meu lado e começou a conversar, com aquele sotaque sereno, cheio de história embutida. 
Como anda o caminhado meu filho? -disse ele.
Vai bem baiano. Respondi.
Ele ascendeu o cigarro de palha que tinha na mão, olhou para mim e disse: “É filho, o caminhado é assim mesmo, às vezes temos que deixar algumas coisas pra trás, só que filho de terra tem que pensar lá na frente, lá no futuro. Pensa que o que acontece agora na sua vida refletirá lá na frente e te trará bons frutos, lembre-se sempre que o que se planta se colhe, então plante coisas boas.”
Eu interessado na conversa e nos ensinamento do baiano perguntei: 
- E se no caminhado escolhermos um caminho e depois lá na frente entendemos que aquilo que escolhemos não é bom? 
O baiano muito astuto olhou pra mim e disse: 


-Filho vai saber pegar o outro caminho. Pensa igual uma estrada longa, lá na frente tem uma bifurcação. Filho escolhe o caminho da esquerda pensamos que é o mais rápido, só que esse caminho da voltas e voltas, nesse momento você entende que era o outro caminho o certo. Filho vai conseguir embrenhar no mato e chegar na outra rodovia, no outro caminho, só não volta pra trás. Voltar pra trás é regressão, e regredir não é bom pra evolução. Quando se erra aprende-se com o erro e continua o caminhado.

Salve o Povo da Bahia!
Salve o Povo Baiano!
Salve Nosso Senhor do Bonfim!
Salve Nossa Senhora das Candeias!



Victor de Oxumarê

Nenhum comentário:

Postar um comentário