quinta-feira, 7 de maio de 2020

A limpeza do Terreiro além do que os olhos podem ver


A limpeza do Terreirinho além do que os olhos podem ver

          No dia a dia do terreiro a limpeza é fundamental para o bom andamento dos trabalhos, além dos aspectos óbvios referentes ao asseio do trabalho, também traz reflexos espirituais, dispersando acúmulo de energias negativas, viciosas (miasmas e cascões energéticos). Poucos são os membros de uma corrente mediúnica que se dispõem a ajudar na limpeza, o que a maioria não vê é que essa também é uma oportunidade de desenvolvimento mediúnico e de sondagem pelos guias do que realmente o coração do umbandista está cheio, possibilitando uma série de benefícios como veremos no decorrer do texto.
          A limpeza física do terreiro tem que ser bem feita e periodicamente realizada antes das giras, principalmente em um terreiro de chão de terra batido, como é o da Tenda de Umbanda Caboclo 7 Flechas e Cabocla Jurema, pois além de preparar o ambiente para a chegada dos guias e consulentes, existe o risco de animais peçonhentos, como aranhas, que podem se esconder atrás de folhas ou sujeiras, trazendo risco ao praticantes do culto.
          Por isso a limpeza não deve ser realizada somente no chão onde se pratica a gira, mas também em seus arredores. No aspecto espiritual, o terreiro é um local onde as pessoas se limpam, são descarregadas, se desfazem de sentimentos viciosos e de pensamentos nocivos, devido a isso o ambiente também acaba contaminado com tais “podridões”, daí também a importância de eliminar sujeiras, onde geralmente essas energias se concentram.


         Existem tradições de umbanda que usam inclusive uma água preparada previamente com ervas maceradas para que seja facilitada essa limpeza a nível espiritual, fazendo da limpeza uma espécie de defumação concentrada. Pode-se acender velas com propósito de potencializar o poder dispersor da limpeza frente aos miasmas e formas pensamentos negativos. No entanto, nem a água preparada, nem as velas, são fundamentais para que esses fins sejam alcançados, sendo muito mais importante para isso a vibração de quem limpa. Caso a pessoa que está fazendo a limpeza esteja carregada, contrariada de estar ali ou limpando com má vontade, é bem provável que ela faça a limpeza apenas física, estando na verdade, contaminando ainda mais o ambiente em aspectos espirituais.
          Outro aspecto da limpeza, que poucos se dão conta, é que ela pode ser uma aliada do médium que está se desenvolvendo e que quer ter uma boa consulta espiritual. Isso fica claro quando pensamos que ao chegar no terreiro ainda estamos com a mente muito agitada, ligada aos problemas mundanos, isso interfere diretamente na capacidade de concentração do médium, sendo assim vantajoso chegar cedo no terreiro se envolvendo com o trabalho e deixando de lado tudo aquilo que tumultua a mente. O membro que faz a limpeza do terreiro acaba tendo sua mente limpa também. Isso sem falar no contato, durante todo tempo da limpeza, com os guias, que tem forças assentadas naquele solo sagrado, trazendo boas intuições e sondando as reais necessidades e preocupações que devem ser tratadas no momento da consulta espiritual.
          Muitos evitam ou dão pouca prioridade em suas vidas para realizar a limpeza do terreiro, o que muitos não enxergam e que tratamos neste texto é que a limpeza do terreiro pode acelerar e muito o desenvolvimento espiritual através da elevação da capacidade de concentração e do contato mais prolongado com os guias do terreiro. Vimos também os reflexos físicos e espirituais da limpeza para o terreiro que são fundamentais para o bom fluxo do trabalho. Se você é um médium em desenvolvimento faça um teste, participando ativamente da limpeza, uma ou duas horas antes dos trabalhos, e compare com o dia em que chega direto para gira, com toda certeza notará uma grande diferença.

Axé,
Ricardo de Ogum Matinata

Nenhum comentário:

Postar um comentário