quarta-feira, 19 de junho de 2019

Progresso da Legislação Humana

Progresso da Legislação Humana

No livro III, capítulo 8, do Livro dos Espíritos, é tratado  sobre o progresso da legislação humana, onde a primeira indagação feita é sobre a possibilidade de a sociedade ser regida apenas pelas leis naturais sem o recurso das leis humanas. A reposta é que sim, caso os homens as compreendessem e quisessem praticá-las. 

No entanto, a sociedade tem suas exigências e precisa de leis particulares. A instabilidade das leis humanas está no fato dos mais fortes fazerem as leis a seu favor, havendo a necessidade de mudá-las na medida da compreensão humana sobre a justiça. As leis mais estáveis são aquelas feitas para todos e que se identificam com a lei natural.


No que se refere à necessidade de leis severas, sabe-se que uma sociedade depravada requer mais severidade em suas leis, sendo que, infelizmente, essas se destinam a punir o mal praticado e não o cortar pela raiz. Somente a educação pode reformar os homens.

A reforma das leis humanas ocorrerá naturalmente, pelas influências e circunstâncias. Muitas já foram reformadas e muitas outras ainda serão.


Lara de Ogum Iara

Nenhum comentário:

Postar um comentário