sexta-feira, 13 de outubro de 2017

A importância do autoperdão

A importância do autoperdão




Todos nós, em algum momento de nossas vidas, já nos indagamos sobre nossas atitudes ou falta delas em relação a alguma situação que ao final não ocorreu conforme nossas expectativas. É comum se verem proferidas frases do gênero “ Se eu pudesse voltar atrás eu faria tudo diferente” ou “Por que eu agi daquela forma?” gerando muitas vezes um sentimento de grande culpa por parte da pessoa dificultando, assim, que ela se autoperdoe.

Autoperdoar-se é reconhecer que somos seres humanos passíveis de erros e falhas e que estamos a caminho da evolução. É compreendermos nossos limites e enxergarmos o Deus que há em nós, mesmo naqueles momentos em que agimos de forma incorreta. 


O autoperdão não é autocondescendência, pelo contrário. Autoperdão é você assumir a responsabilidade pelas suas atitudes ao invés de transferi-la ao próximo. É você deixar a posição de vítima e encarar o fato abstraindo do mesmo todo o aprendizado possível.

É necessário que não haja prisão ao passado devido às falhas cometidas para que assim possamos caminhar em paz e enxergar o belo diante de nós. O autoperdão é uma forma de autoamor, portanto permita-se, perdoe-se, ame-se!

Natália de Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário