sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Ser Umbandista

Ser Umbandista


Umbanda vem pregar os mesmos preceitos que as outras religiões buscando a paz espiritual e o amor que existe em cada ser encarnado.


Ser filho de Umbanda é aprender com os espíritos mais evoluídos sobre a fé, amor, conhecimento justiça, lei, evolução e geração.

Ser umbandista é não ter vergonha de ser identificado como um, aprendendo a lidar com as opiniões contrárias e entendendo que cada um tem seu modo de visualizar as coisas.

Ser umbandista é fazer os trabalhos espirituais com amor, visando sempre a ajudar com caridade ao próximo. 

Entender que Umbanda não é aquele terreiro que você frequenta e sim todos os terreiros que comunicam da mesma fé, formando uma só religião.


Saber que você não faz milagres e muito menos as entidades, quem faz é Deus e só recebe aquele que merece. Quem escolhe e é escolhido para entrar na corrente, busca a caridade e a expansão dos conceitos umbandistas.

Saber que o local espiritual que frequenta não vende salvação, mas oferece sempre ajuda para todos que precisam. Vestir o branco sem vaidade e ficar por horas incorporado e mesmo com o corpo cansado ficar feliz por estar servindo o próximo, seja no terreiro, na encruza, na calunga, nos caminhos ou em qualquer lugar que se faça necessário.

Ter a compreensão de que quando entrar em um terreiro não deve pensar em quando vai acabar, mas ficar até que o ultimo consulente seja ajudado. É se dedicar integralmente e ser umbandista todos os dias, não somente no dia da gira. É fechar os olhos e escutar os pontos cantados, unidos com o atabaque e as palmas, e liberar toda sua força espiritual.

É confiar em seus guias e as entidades que trabalham no terreiro, respeitando os materiais de trabalho, como bebidas e cigarros, entendendo que é utilizado para auxiliar nos trabalhos e não para prejudicar o médium ou consulente. É fechar os olhos e pedir pelo seu orixá e a fé te mostrar que nunca está sozinho, pois da mesma forma que você acolheu, eles te acolheram. 

Amar a Umbanda independente dos preconceitos que tem que passar e saber ouvir tudo aquilo que lhe é dito para seu crescimento. Mesmo em dias de choro entender que eles vão sempre estar ao seu lado buscando juntos a evolução espiritual, que momentos difíceis sempre vão existir, mas aquele que te acompanha nunca dorme.

Nunca sentir vergonha de ofertar para seu Orixá em uma mata ou praia, na frente de todos e receber todo seu Axé.

É receber agradecimento de pessoas que nunca viu e agradecer por tudo que Olorum te oferece, deixando o orgulho e a vaidade de lado. É viver dessa religião sem esperar nada em troca, desejar o melhor para todos sem olhar a quem.

Acima de tudo é bater a cabeça no chão e saber que Zambi está ao seu lado a todo momento para te ajudar e sentir seu corpo estremecer com a força do seu Orixá e seus guias, entendendo que eles são a essência de Deus e sempre vão estar ali para te guiar.

Lara de Ogum Iara

7 comentários:

  1. Que lindo! Muito amor pela Umbanda ❤️

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Descobri a Umbanda a há quatro meses! Eles me acolheram em um momento difícil da minha vida. Hoje sei que será minha religião e sempre que me perguntam minha religião, digo com muito orgulho, agora sou umbandista! Gratidão eterna!

    ResponderExcluir
  4. Palavras que fortaleceram minha fé.
    Axé a todos os filhos de fé

    ResponderExcluir