sexta-feira, 15 de junho de 2018

Conhecimento do Princípio das Coisas

Conhecimento do Princípio das Coisas

Dando continuidade ao estudo dos livros dos espíritos, iremos hoje iniciar a abordagem de seu capítulo II  ainda no livro I, que trata sobre OS ELEMENTOS GERAIS DO UNIVERSO. Neste texto falarei sobre “ O conhecimento do princípio das coisas”. O principio das coisas é uma busca natural do raciocínio lógico, ou seja, é o começo de tudo.
O princípio de todas as coisas não é dado ao homem, somente Deus tem absolutamente tudo sobre este mundo. Não se trata de uma proibição absoluta, pode chegar um tempo em que se aprenda algo do princípio de todas as coisas deste mundo. Mas antes, para que se tenha o conhecimento, há a necessidade de se preparar. Deus pode deixar que o homem aprenda, mas não neste mundo, pois isto é fundamental para o crescimento humano.


O homem poderá, um dia, conhecer o mistério de todas as coisas, pois, o conhecimento é dado aos que buscam. O que impede é a falta de faculdades que possibilitarão a compreensão de como funciona o Universo. Isto significa que os espíritos precisam estar mais maduros para receber estas informações. Esta maturidade está relacionada a capacidade de ampliar a sua percepção.
A ciência humana não ultrapassará os limites da natureza. A ciência foi dada como uma ferramenta para o adiantamento de todas as coisas, e não para ultrapassar os limites que Deus estabeleceu. As investigações científicas serão aliadas na busca do conhecimento sobre todas as coisas, mas jamais irá penetrar os segredos da natureza. Os espíritos reconhecem a ciência como arma para desenvolver a inteligência, mas existem barreiras. Barreira esta, como um limite da própria condição humana. 
Apesar de o homem fazer pesquisas, existem situações que as pesquisas não são suficientes para obter o conhecimento sobre todas as coisas, neste caso, caso ocorra em alguma situação que Deus julgar pertinente, Ele poderá sim revelar para o homem, o que é da natureza e que a ciência não consegue ensinar. Aquilo que a ciência não deve aprender, Deus vai ajudar o homem, deixando que o homem trabalhe o conhecimento. 


Na Umbanda, temos, a todo momento, irradiação de conhecimento divino através do orixá Oxóssi que atua na terceira linha da umbanda sagrada, linha do conhecimento. Oxóssi nos impulsiona e nos direciona, no momento certo e oportuno, a buscarmos novos conhecimentos necessários para que possamos evoluir. Muitas das vezes determinados assuntos não nos são revelados, visto que não saberemos utilizá-los da maneira correta, devido ao grau de evolução em que nos encontramos. 
Juntamente com Oxóssi, na linha do conhecimento,  há a atuação de Obá, caracterizada como orixá absorvedor dessa linha por limitar o interesse dos indivíduos em alguns assuntos, quando estes o prejudicarão ou quando o conhecimento está sendo utilizado de forma errônea.
Portanto, necessário é que sejamos sempre incessantes caçadores do conhecimento, rogando, assim, a força de Deus  e de todos os orixás, em especial, a Pai Oxóssi e a Mãe Obá para que o adquiramos da melhor maneira possível.

Adriele de Iansã & Natália de Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário