terça-feira, 22 de outubro de 2019

Caridade e amor do próximo

Caridade e amor do próximo 

Continuando nosso trabalho com o estudo dos textos do Livros dos Espíritos de Allan Kardec,  falaremos sobre Caridade e Amor ao Próximo, tema apresentado no livro III, capítulo XI .
    O Amor ao próximo e a Caridade é ter compaixão com todos, sejam eles inferiores, iguais, ou superiores nós. Até porque sabemos que somos todos iguais, e não existe essa classificação. Somos todos de carne e osso igualmente. Ser caridoso não é ter pena, é ter consciência que aquelas são pessoas que necessitam da nossa luz, da nossa força.É se colocar no lugar do outro, saber que um ser é afetado quando um semelhante seu é afetado.
   Amar os inimigos é perdoar quando ele errar contigo, e o perdão vai te revigorar, vai te ensinar muita coisa e você passará a valorizar as mínimas coisas. Nós nunca sabemos o que se  passa dentro da mente do próximo. Então é certeiro agir com amor, com calma, paciência. E mesmo quando vierem com sete pedras pra você, jogue uma pitada de amor e surpreenda.
Nunca nos esquecer que a caridade está nos pequenos atos, está no oferecer uma ajuda, está no falar um bom dia. A caridade está onde há amor. E fazer amor é fazer o bem. E devemos fazer o bem sem medir esforços. O mundo nos dá aquilo que nós damos a ele. Seja uma alma boa.
Muitas pessoas as vezes procuram terreiros pra poder simplesmente saber a sensação de incorporar, ou por querer trazer um amor antigo de volta e coisas do tipo. Mas em Terreiros honestos de Umbanda não são praticadas nenhum tipo de práticas fora da moral. O bem que é feito na Umbanda se resume em uma frase assim: " Faça todo bem que puder, usando todos os meios que puder, de todas as maneiras que puder, para todas as pessoas que puder, durante o maior tempo que puder." Umbanda é amor e caridade. Pra entrar na umbanda são necessários objetivos, e o 1° deles deve ser : Fazer caridade. E essa caridade na Umbanda é doar-se. E com toda certeza, o nosso amor, nosso tempo, nossa atenção é a coisa mais preciosa que podemos dar a alguém. É tirar o dia pra vestir o branco e fazer o preceito, pensar em coisas positivas. 
Resultado de imagem para amor e caridade umbanda
E o simples ato de bater uma palma, cantar ponto mesmo que errado, isso tudo é ato de caridade.
      O amor que os guias nos trazem, cada um de uma maneira diferente. Seja em palavras de carinho, em colo, em abraço, seja em orientações. De todas essas formas eles trazem seu amor e sua sabedoria. Eles nos mostram a ser simples, caridosos, amorosos. Eles vem como todo seu axé e conhecimento pra essa terra trazer amor e fazer a caridade.
     A corrente mediúnica é uma constante evolução, a cada dia que se passa se aprende mais, a fazer o bem sem olhar a quem. Ver uma pessoa chorar aos pés de um preto velho e abrir todo seu coração e ficar ali recebendo conselhos até levantar com um sorriso no rosto, isso sim é caridade. Isso sim é ajudar o próximo e se ajudar em dobro. É doar o melhor de si pra ver o outro bem. É lutar como se a sociedade fosse um todo.
Ser caridoso além de tudo num terreiro de umbanda é ser caridoso fora dele também.
Amar ao próximo é ter respeito básico pelos outros. É compaixão, partilha, empatia. Isso tudo é ser humano, e ser humano é ser como os outros, e ser como os outros deve ser tudo. Lembremos sempre dessa frase:"Ignore a mão esquerda o que a direita fizer." Essa frase nos ensina que o que importa é o ato de ajuda. A Umbanda é uma religião recheada de luz, conhecimento, humildade e além bem tudo, muito amor e caridade.
Clara de Oxum

Nenhum comentário:

Postar um comentário