segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Orixás regentes 2018

Orixás regentes 2018


E o ano de 2017 chegou ao fim. Ano regido por Pai Oxóssi, ano em que aprendemos, nos refizemos, conquistamos, passamos por momentos felizes e tristes, lutas e dificuldades.

2017 deixará, com toda certeza, muitas lembranças e ensinamentos. E então nos despedimos deste ano e nos preparamos para uma nova caminhada, um novo ciclo.

Todo início vem carregado de possibilidades e é o momento de nos elevarmos, de trabalhar a nossa fé, o momento de reorganizarmos nosso interior, de refletir sobre o que fica e o que deixamos ir.

Recomeçar é isso, é fazer uma limpeza interior, é tentar nos conectar ainda mais com Deus, evoluir espiritualmente e buscar foco e força para alcançar os objetivos para o próximo ano.

2018 vem regido por Pai Xangô e a partir de junho terá a companhia de Mãe Iansã. Em suma, este ano será um ano de busca e cobrança por justiça. No entanto, essa justiça será alcançada se os povos se unirem, se recuperarem sua fé, e acreditarem que a justiça pode ser alcançada.

Com a influência da Mãe Iansã, 2018 passará muito rápido, assim como foi em 2017, um ano que passou tão rápido quanto a flecha lançada por Pai Oxóssi. Isso porque seus ventos e raios darão a impressão do tempo passar mais rápido.

Fica o conselho de não deixar as coisas se acumularem, não deixar para amanhã o que pode ser feito hoje, e principalmente, não deixar de buscar pelos seus objetivos.

Podemos esperar por um ano bastante quente, não apenas em questões ambientais, mas também no que diz respeito aos ânimos pessoais, sendo um ano de batalhas.

A natureza buscará se defender ante as manifestações de Mãe Natureza, o que resultará em tragédias naturais.

Um conselho para esse próximo ano é nos mantermos firmes em nossas convicções e tentar a cada dia elevar a nossa fé, não deixarmos de fazer o bem, pois Pai Xangô é justiceiro e tem o símbolo do machado de dois gumes, o que devemos entender é que a justiça acontecerá para os dois lados, onde os que praticam o bem e caridade receberão por suas boas ações, e os que não forem corretos serão cobrados na mesma proporção.

Esse ano será um ano de nos avaliarmos, será um ano claro, correto e realista, onde poderemos corrigir nossos erros e mudarmos pontos negativos em nossas vidas.

Como será um ano embasado na justiça e nas batalhas, não será um ano fácil. Assim devemos sempre ORAR E VIGIAR. Todos seremos julgados e receberemos a condenação por nossos atos. Será um ano em que as verdades aparecerão e as máscaras irão cair e algumas pessoas usarão da anarquia para se proteger.

Como dissemos, não será um ano tranquilo e, por essa razão, a depressão será o mal do ano e muitos optarão por “dar fim à própria vida”, o que sabemos ser uma grande ilusão, pois a vida não termina aqui e tentar desviar dos problemas dessa maneira é indiretamente ampliar o sofrimento.

Desta forma, nossa fé e ligação com Deus devem estar mais fortes que nunca.

Mas como tudo feito em nosso plano superior é perfeito, mãe Iansã, dominadora de Eguns, irá reger junto com Pai Xangô. Assim, quando sentir a tristeza chegar perto, quando pensamentos negativos começarem a aparecer em suas mentes, não deixem de chamar por ela.

Mãe Iansã, mãe guerreira, dedicada aos seus filhos, quer que lutemos nossas batalhas, não nos quer desanimados.

Então é o ano de lutar, buscar nossos objetivos, não deixar injustiças acontecerem sem fazer nada para impedir.

Acho que é uma boa hora para fazermos uma lista de objetivos e batalhar por cada um deles nesse 2018, pois teremos Pai Xangô e Mãe Iansã lutando do nosso lado.

Que Deus abençoe nossas vidas e nos capacite para essa nova caminhada. Que comecemos o ano com muita fé. Que Pai Xangô e Mãe Iansã nos possibilitem caminhos de luz e que todas as Entidades de Luz nos protejam.
Que venha 2018, que venha um ano de fé.
Bruno de Oxóssi

Nenhum comentário:

Postar um comentário