sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Sucupira

Sucupira

É uma árvore com folhas pinadas, flores com coloração rosa clara e às vezes até mesmo brancas, encontradas na época de seca. Suas raízes podem apresentar um engrossamento chamado de “batata de sucupira’’, onde armazena nutrientes e água no período de seca. Seus frutos têm formato oval, apresentado nas laterais uma margem fibrosa e, ao centro, onde armazena a semente, um óleo amargo.


A madeira da Sucupira é usada para fazer pilares de pontes, postes, dormentes, assoalhos, carrocerias, carvão e lenha. Seu fruto pode ser guardado por vários anos sem perder suas propriedades medicinais. O fruto da Sucupira é muito usado por pessoas que sofrem com reumatismo, artrite e artrose, suas sementes são utilizadas como óleo, chá e cápsulas.

A semente de sucupira é conhecida como “semente milagrosa’’, pois há séculos esse grão vem curando pessoas, sendo muito utilizado pelos índios. O óleo, além de aromático e ser usado no tratamento de reumatismo, artrose e artrite, também é utilizado no tratamento de úlceras, gastrite, aftas, amidalites, asma, dermatose, dores, espasmódicas, diabetes, sífilis, hemorragias, vermes intestinais, ácido úrico, ronquidão, câncer de próstata, inflamação de útero e ovários.


As ervas fazem parte da vida de todo Umbandista, pois são utilizadas em banhos, defumações e sacudimentos (limpeza espiritual, um descarregamento muito forte e ao mesmo tempo uma reorganização energética), além de serem usadas nos cultos aos Orixás. Porém cada Orixá possui suas próprias ervas. A Sucupira, por sua vez, é de Xangô, utilizada contra irritações de pele, inflamações e febres.




Ana Clara de Iracema

Nenhum comentário:

Postar um comentário