quarta-feira, 28 de junho de 2017

Os Elementais da natureza

Os Elementais da natureza 


   A Umbanda é uma religião intrinsecamente ligada à natureza e por isso se faz necessário conhecer sobre os elementais da natureza. O mundo é composto por quatro elementos básicos, quais sejam, terra, ar, água e fogo. E, para cada um desses elementos, corresponde uma família de elementais. Mas afinal, o que são elementais?

   Pode-se dizer que são energias, espíritos ou forças que atuam na natureza. Realizam um trabalho muito importante, visto que é devido a eles que chegam aos homens os frutos, as ervas, as flores, as pedras, ou seja, tudo que é produzido na natureza tem  a atuação dos elementais. Além do mais, são grandes auxiliadores em trabalhos mediúnicos conforme se verá adiante.

   Independente da denominação dada, é essencial se ter em mente que gnomos, duendes, fadas são, tão somente, nomenclaturas que foram utilizadas a fim de se ocultar a realidade do mundo extrafísico. Isso se deu devido à falta de preparo e conhecimento do ser humano para compreender alguns assuntos. 



   Junto ao elemento terra, existem os elementais denominados gnomos e duendes. Desempenham suas funções em florestas, locais desertos, bosques e matas e são
responsáveis por gerar o bioplasma das plantas contribuindo com os espíritos que trabalham com a cura.

   Quanto ao elemento ar, há os silfos ou sílfides que podem se apresentar como sendo feixes de luz e são fontes de energia vital. Atuam purificando o ar e contribuem para a criação de correntes atmosféricas.

   Aqui há de se falar sobre as fadas. Estas são seres elementais que atuam de forma intermediária entre os elementos terra e ar. Embora cuidem das flores e dos frutos, possuem asas e, no ar, empenham-se na limpeza de locais religiosos como, por exemplo, um terreiro de Umbanda.

   Em relação ao elemento água, há as ondinas e ninfas que propiciam um desenvolvimento muito grande e intenso do amor, sendo, portanto, ligadas à Oxum. Atuam em cachoeiras, rios, chuvas e orvalhos.Existem, ainda, as sereias e os tritões relacionados às águas salgadas e, consequentemente, à Iemanjá. Muitas vezes, trabalham na limpeza de pessoas e ambientes. 

   Juntamente ao elemento fogo, há as salamandras ligadas a Ogum. São responsáveis pela existência do fogo e, além de bloquear vibrações negativas, são transformadoras de energia e servem para limpezas astrais.

   Os elementais são seres que ainda não tiveram encarnações humanas e detêm uma forma de agir instintiva muito forte. Para eles, o homem seria um Deus e obedecem a suas ordens fielmente cabendo, por conseguinte, a cada um se conscientizar sobre a maneira de utilização  dessas energias da natureza.

   Por fim, é irrefutável o quanto é relevante e grandioso o trabalho dos elementais e é imperioso que se tenha respeito pelos mesmos. Ao colher uma planta, uma flor ou fruto, deve-se, por exemplo, pedir licença a esses seres.

   Devemos sempre nos lembrar que o universo, em toda sua imensidão, está cheio e repleto de VIDA!

Salve os elementais!

Natália de Iemanjá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário