domingo, 18 de junho de 2017

Passes na Umbanda

Passes na Umbanda


   Uma das práticas que ocorrem em um terreiro de Umbanda é a aplicação do passe. Este se caracteriza por ser a troca de energia entre aquele que o transmite e aquele que o recebe.

   Tem como objetivos o reequilíbrio do corpo físico e espiritual, a limpeza das energias negativas que causam enfermidades às pessoas, harmonização dos chakras, canalização de energias espirituais, dentre outros, que irão variar segundo a necessidade de cada indivíduo.

   Existem vários tipos de passes. Há aquele o qual é chamado de passe magnético, onde é aplicada apenas a energia animal, isto é, a do homem. Existe o passe espiritual que se serve, tão somente, da energia do espírito e há o denominado passe misto, no qual são usadas a energia do espírito e a do médium.

   Na Umbanda, o modo de aplicação do passe difere em relação a, por exemplo, o de um centro espírita. Em nossa religião, durante as consultas, as entidades empregam o passe incorporadas ao médium recorrendo-se, por conseguinte, da energia de ambos. Cada entidade possui uma maneira de trabalhar e se serve de instrumentos diferentes no momento da execução do passe.

   A título de exemplo, um preto velho pode se valer do seu rosário ou da  fumaça de seu cachimbo, assim como um caboclo pode se recorrer às ervas ou um boiadeiro, à sua corda. Há inúmeros objetos que serão manuseadas de acordo com o que cada pessoa necessita naquele momento e conforme o tipo de trabalho que a entidade realiza.

   Algo que pode chamar a atenção em um terreiro, é que algumas linhas de trabalho, principalmente a dos pretos velhos, no momento da execução do passe, usam o estalar dos dedos.

   Isso acontece, visto que cada dedo, em sua ponta, possui pequenos chakras. Quando há o estalo,
ocorre um choque vibratório e uma vibração astral no local onde a entidade está atuando, ou seja, estalando os dedos, potencializando, portanto, a aplicação do passe.

   Por fim, é imperioso afirmar que os objetivos almejados com o uso do passe serão alcançados segundo a postura e  o merecimento daquele que o está recebendo. É primordial que o indivíduo, no momento da aplicação, permaneça em bons pensamentos, sintonize-se com a entidade ou mantenha-se em oração.


Axé!

Natália de Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário