sábado, 22 de julho de 2017

A grandeza da Fé

A grandeza da Fé



  Fé: uma palavra tão pequena e ao mesmo tempo detentora de um significado tão grandioso para nós seres humanos. O que é ter fé?

   Em minha concepção é  saber que algo , muitas vezes impalpável, existe e que, mesmo que vá além do que eu possa compreender,  eu sinto  em meu coração. Fé é confiar no amor não obstante todas as desilusões vivenciadas. É acreditar nas pessoas mesmo com todas as decepções sofridas. É sorrir para o universo e crer na vida vivendo-a e não se deixando ser levada por ela. É acreditar na natureza, nas entidades espirituais, nos orixás, em Deus, e sobretudo, em SI mesmo.

  Que tenhamos sempre uma fé racional, através dos estudos e questionamentos. Que tenhamos o cuidado de não transferir à fé a responsabilidade de concretização de nossos sonhos. Se almejamos alcançar um objetivo e acreditamos que o conseguiremos, significa que temos fé. Contudo a fé não age sozinha, é necessário que existam nossos esforços, experiências e conhecimentos. Ter fé não é apenas ficar inato e esperar que as coisas venham até nós, ter fé é buscar, lutar e correr atrás de nossos propósitos.

  Como seres encarnados e em evolução que somos, é comum nos vermos diante de situações difícieis e causadoras de imensa dor e desânimo. Por vezes percebemos uma grande dificuldade de encontrar a força e a fé de que precisamos sendo mergulhados por um sentimento de total impotência.

  Devemos entender que muitos episódios de nossas vidas ocorrem para que possamos amadurecer, mudar, aprender, sendo, portanto, importantes para nosso crescimento. Que tenhamos nesses momentos coragem e humildade para olharmos para nós mesmos, despindo-nos de todos os orgulhos e voltando nossa atenção para o nosso coração para encontrar as respostas às nossas dúvidas. A paz que tanto almejamos está simplesmente dentro de nós. Somos filhos do Criador, logo, somos o criador em ação. Sempre devemos nos lembrar que a força divina somos nós.

“Quando vemos com os olhos da  fé, aprendemos a enxergar na escuridão.”


Natália de Iemanjá


Nenhum comentário:

Postar um comentário