domingo, 30 de julho de 2017

Amar o próximo como a ti mesmo

Amar o próximo como a ti mesmo


   Amar é o segredo da felicidade, amar com consciência e equilíbrio, um dos preceitos da doutrina cristã é amar o próximo como a ti mesmo, sendo o segredo o amor em ti. Para quem não leu o texto anterior a este, Amai a Deus sobre todas as coisas, recomendo ler para compreender melhor este texto, tendo o mesmo fundamento.

   Dizer para amar o próximo como a ti mesmo é simples ao falar e talvez até no pensar, mas no executar é algo muito complicado, pois temos duas fases, sendo a primeira do amor próprio que talvez seja umas das coisas mais difíceis de se realizar, estamos sempre reclamando da vida, querendo ser algo que não somos e insatisfeitos com o que temos ou com quem somos, isso demonstra claramente a falta de amor por nós mesmos, então devemos parar e refletir: Será que estou no caminho correto? Ficar insatisfeito irá trazer bons resultados? Reclamar irá resolver? Devemos fazer essas reflexões e começar a compreender melhor como nós funcionamos e por que não ser feliz agora e buscar a melhora e não a felicidade, pois a felicidade não se busca, a felicidade já está com cada um que quer ser feliz, basta olhar para dentro e deixar ela manifestar. Quantos de nós paramos e refletimos sobre nosso dia, o que fizemos de bom, o que nos agradou, o que nos desagradou, o que fizemos de ruim, quem desagradamos, o que trouxe de desarmonia e pensou em criar soluções ou condicionar a mente para aquilo não mais afetar sua felicidade? Quantos de nós ao acordar refletimos e agradecemos pelo que temos e pensamos em maneiras para que nosso dia seja melhor? Viver um dia de cada vez, viver um momento de cada vez, pois o futuro é o que você faz agora e agora será o seu passado.


   A segunda fase é o amor ao próximo. Como se ama ao próximo sem conseguir amar a ti? Não sendo possível a segunda fase sem a realização da primeira, e aí vem outro desafio, como amar de proporção igual outra pessoa? Ás vezes um familiar, um filho, algo assim consiga amar até mais, mas como amar uma pessoa que desconheço? Quando o amor é verdadeiro por ti mesmo, você conseguirá com a prática amar ao próximo como a ti mesmo, que é o amor sem preconceitos, sem julgamentos e sem maldades. E quem é meu próximo? Isso está explicado muito bem na Parábola do Bom Samaritano, pelo nosso mestre Jesus Cristo, onde, com uma história explica muito bem que o próximo é aquele que nos aproximamos, independente do pré-julgamento feito por qualquer um.

   Seja você o responsável por sua vida, ame mais, se importe menos com aquilo que não te acrescente, pois o tempo nos traz mudanças, seja paciente, e compreenda mais o próximo, pois mesmo com divergências de pensamentos todos estão certos, o que muda é o ponto de vista, sendo a verdade uma variável do próprio ser, cada dia novos aprendizados, novos conhecimentos e novas maneiras de olhar o mundo.





"Se não amo o próximo que vejo, como posso amar a Deus, que não vejo?"

Igor ∴ de Oxum

Nenhum comentário:

Postar um comentário