sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Logunam


Logunam (Oyá Tempo)




  Hoje falaremos de Logunam (ou Oyá Tempo), um orixá menos conhecido, mas que também tem papel fundamental dentro das sete linhas de umbanda. O culto a Logunam na umbanda surgiu com a revelação das sete linhas de umbanda sagrada dada a Rubens Saraceni através de seus guias. Para polarizar na linha da fé com Oxalá, um guia de Rubens teria dito que existia um orixá que se encaixava perfeitamente nessa função, mas que era muito desconhecido e pouco cultuado. Tomando conhecimento disso os fundadores da umbanda sagrada aceitaram a revelação de Logunam e a partir de então esse orixá ficou conhecido como o orixá absorvedor feminino do trono da fé.

   No trono da fé, enquanto Oxalá irradia o desenvolvimento da fé, Oyá tempo é responsável pela ordenação do âmbito religioso, ela absorve a fé em exagero. Enquanto Oxalá é a fé abrasadora, Logunam é o tempo gélido onde os seres desequilibrados no campo da fé são transformados. Em excesso, a fé pode gerar fanatismo e cabe a Logunam eliminar esses desequilíbrios. Logunam é considerada na umbanda como o orixá que rege o tempo e o espaço, por isso foi inicialmente apresentada como Oyá Tempo. Esse nome foi modificado depois devido a ter causado confusão com outros dois orixás, sendo eles Iansã (que também é conhecida como Oyá) e Tempo ou Iroko (Orixá masculino cultuado no candomblé). Sendo Logunam o espaço tempo, a mesma é quem rege o sincronismo do universo. Desta forma, rege o passado, o presente e o futuro, sendo fundamental pra a manifestação de tudo na nossa dimensão. O Tempo é a chave do mistério da fé regido por Logunam e Oxalá, porque é na eternidade do tempo e na infinitude de Deus que todas as evoluções acontecem. 

  Os filhos e filhas de Logunam são introspectivos e até um pouco tímidos. São simpáticos, discretos, silenciosos, observadores, amigos e conselheiros, emotivos( mas guardam suas emoções para eles), lutadores e muito sinceros. Podem ser retraídos, ciumentos, possessivos, evasivos, descrentes e desconfiados. Não perdoam com facilidade. Apreciam as coisas religiosas, o estudo, músicas suaves ou românticas, um pouco de isolamento, conversas construtivas, a companhia de pessoas discretas, maduras, reservadas e amorosas. 

   A data de comemoração de Logunam é 11 de agosto. Suas cores são o Azul escuro, o preto e o branco. É sincretizada com Santa Clara, uma mulher que ficou marcada por sua luta pela expressão da fé. A saudação de Logunam é: Olha o tempo! A espiral é o símbolo de logunam. Sua pedra são os quartzos fumês e os cristais com incrustações.

Axé a todos!

Ricardo de Ogum Matinata

Nenhum comentário:

Postar um comentário