domingo, 6 de agosto de 2017

Oxumaré


Oxumaré


   O orixá de que falaremos hoje é Oxumaré, um orixá que está muito presente nos cultos de nação e em algumas doutrinas umbandistas. Falaremos sobre sua energia, símbolos, sua atuação junto a Oxum na segunda linha, da característica de seus filhos, e algumas curiosidades.

  Oxumaré é representado pela cobra e pelo arco-íris, diz uma de suas lendas que se apresenta como arco-íris, sua forma masculina, durante metade do ano. Nos outros seis meses se apresentando como serpente, sua forma feminina. Um símbolo muito associado a Oxumaré é o da cobra que morde o próprio rabo, essa associação é feita devido a esse orixá ser a representação dos ciclos, transformações e de tudo o que é novo. Oxumaré representa tudo o que é duplo e ambíguo, o masculino e feminino, água e terra, a mortalidade e imortalidade e representa os opostos que se complementam.

   É conhecido também por ser o orixá dos negócios. Ao abrir um negocio peça orientação e benção a Oxumaré, pois ele é orixá da fartura, prosperidade e do dinheiro. Em várias das suas lendas o “timbre” para os negócios de Oxumaré é destacado, sempre mostrando como ele é capaz de usar sua esperteza para dobrar seus bens e também como ele é capaz de ajudar a quem precisa de seu auxílio no campo patrimonial ou financeiro. Tudo de Oxumaré e muito farto, muito rico e muito próspero. É orixá das pedras preciosas, da fartura, do bom e do melhor.

  Oxumaré, na umbanda sagrada, é o orixá masculino absorvedor da segunda linha de umbanda, a linha do amor. Enquanto Oxum irradia o amor, Oxumaré o absorve quando em desequilíbrio. O amor em excesso pode ser algo muito negativo, pode gerar obsessões e até crimes passionais. Isso faz o papel de Oxumaré muito importante dentro das sete linhas de umbanda e na vida das pessoas em geral.


   Os filhos de Oxumaré são pessoas muito prósperas, extrovertidas, alguns de fala mansa, desconfiados e delicados. Não se preocupam muito com o dinheiro, gastam da mesma forma que ganham, pois sabem que vão ganhar mais. Tem muito bom gosto, se vestem bem. São pessoas simples, mas que gostam sempre do melhor. Tem uma intuição muito grande, às vezes preferem acreditar mais em si mesmos do que em uma pessoa mais esclarecida no assunto. Confiam muito no seu interior, pois possuem uma força muito grande. São pessoas de grande sabedoria, dando a impressão que isso vem de outras vidas. São muito místicas. O sonho dos filhos de Oxumaré, quase sempre, é serem ricos, o objetivo deles é sempre crescer na vida, conseguir ser o melhor e ter o melhor. Os que conseguem ficar ricos são realmente pomposos e se sentem, pois sabem o quanto esforçaram até chegar onde chegaram. Se alguém precisa deles, não pensam duas vezes antes de estender a mão. São carinhosos, apesar de serem muito objetivos. São muito diretos, se existe algo a ser feito, vão fazer do jeito que for necessário para dar tudo certo. São detalhistas. São pacientes, mas quando tem um objetivo em mente não sossegam enquanto não atingirem o seu objetivo.

   O dia de Oxumaré é 24 de agosto devido ao sincretismo com São Bartolomeu, seu dia da semana é terça feira. O metal atribuído a Oxumaré é o ouro mesclado a prata. Suas cores são o verde e o amarelo ou todas do arco-íris. Seu símbolo é a serpente e o arco-íris. Sua saudação é “Arroboboi Oxumaré!”.


   Que Oxumaré possa nos ajudar a progredir. Que com a benção desse orixá possamos ser mais observadores e sábios na nossa vida profissional. Que ele possa nos agraciar com uma visão que nos possibilite a prosperidade e que com ele possamos distinguir o certo do errado e o bem do mal.

Arroboboi, Oxumaré!

Beatriz de Oxumaré 
    e                  
Ricardo de Ogum Matinata⁠⁠⁠⁠

Nenhum comentário:

Postar um comentário