quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Oxaguiã

Oxaguiã ou Oxaguian


Esse Orixá é um desdobramento das qualidades de Oxalá.

Assim como Ogum se desdobra em várias características específicas sem perder a essência marcial, Oxalá também de desdobra em duas formas ou dois aspectos: Oxaguiã e Oxalufan.

Oxaguiã trata do aspecto jovial de Oxalá; conforme em texto anteriormente publicado, Oxalá é o Orixá a quem Olorum(Deus) designou a função de criar o planeta Terra e todas as espécies vegetais, animais, todos os minerais e a nós, os seres humanos. 

Oxalá simboliza a paz, mas para evidenciar a paz, é necessária a sua polaridade negativa que é a guerra, o conflito: é nesse momento que o aspecto jovial de Oxalá se manifesta: Oxaguiã pode ser considerado como o próprio conflito, a revolução que antecede e oportuniza grandes mudanças, as transformações a que tanto o planeta, como a cada um, seja individualmente, seja como o todo que é a humanidade.

Os conflitos, sejam internos, sejam com as verdades e circunstâncias vigentes, são sempre oportunidades para o nascimento do novo, do diferente. Oxaguiã, dessa forma se apresenta como o Orixá do progresso, do dinamismo da vida, é sob a irradiação desse Orixá que faz ferver as discussões, cumprindo com seu papel de destruir o velho para que o novo tenha espaço para surgir; é ainda aquele que aguça a estratégia da inteligência. Em seu aspecto jovem, Oxalá/ Oxaguiã é representado pelo branco. 


É considerado um Orixá perigoso pela dupla face que apresenta, a paz e a guerra, e sabemos que muitas vezes entre nós, a solução de um conflito chega através do uso de força. Não estamos aqui fazendo apologia à violência, porém o leitor não há de negar que em muitas vezes, um grito põe fim a uma discussão. Ou seja: sustentar a paz requer força.


Embora Oxaguiã apresente esse aspecto belicoso, a guerra é sua última tentativa de promover a paz, para isso usa a espada e o escudo que Ogum forjou para ele.

Algumas características dos filhos de Oxaguiã: São pessoas tranquilas, prestativas sempre dispostas a ajudar o próximo. Carismáticos, inteligentes, elegantes, falantes, com grande senso de justiça. São disciplinados e gostam muito de receber amor, sendo variação de Oxalá que está assentado no trono da fé, os filhos desse Orixá são dedicados à religiosidade e na profissão, podem ser ótimos desenhistas, arquitetos e publicitários. São de físico bonito mas não exuberantes.

A cor que representa esse Orixá é o branco, com vermelho, saudação: Èpa Bàbá ou Xêu Èpa Bàbá.

Que Oxaguiã nos inspire à paz, mas acima de tudo nos fortaleça para defendermos aquilo que consideramos justo e nobre, como justo e nobre é essa irradiação de nosso Pai Oxalá.

Hélida de Nanã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário