quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Bananeiras

Bananeiras

As bananeiras, figueiras de adão, pacabeiras ou pacoveiras, são plantas do gênero musa, uma das três que compõem a família Musaceae,que inclui as plantas herbáceas vivazes incluindo as bananeiras. 

O seu nome científico é Musa Paradisíaca Lineu. É uma planta muito popular no sul e tanto a planta quanto os frutos são irradiados pelo orixá Xangô. Em outras regiões do país, pelo fruto e pendão, é consagrada à Exu. 



As folhas são usadas como verdadeiras toalhas para a obrigação. Não se usa para banhos, amacis e para outros trabalhos. Da seiva, faz se oxarope para tratar doenças respiratórias.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Canela

Canela

Além de ser muito usada na culinária, a canela tem inúmeros outros benefícios.

A canela tem propriedades carminativas, antiulcerogênicas, antibacteriana, expectorante, anti-inflamatório e estomacais. Facilita a digestão, e melhora problemas respiratórios como tosse, bronquite e resfriados.

Além destes benefícios, também ajuda quanto a problemas de coração, picadas de insetos, artrite, queda de cabelo, infecção renal, dor de dente e garganta, colesterol alto e obesidade.Também possui propriedades mágicas, auxiliando em limpezas espirituais e banhos.


Pode nos proporcionar cura, proteção física e espiritual, amor, melhora na vida financeira, limpeza, purificação, boa sorte, elevação da auto estima, abre os caminhos, dá clareza de ideias e facilita a meditação.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Figueira

Figueira

Existem mais de 1000 espécies de Figueira em todo o mundo, espécies do gênero Ficus. No Brasil há mais de 80, sendo que a metade está na floresta amazônica. Porém, irei falar sobre as Figueiras mais comuns, Figueira Mata-pau, Figueira Brava, Figueira Branca (também conhecidas como Gameleiras). As Figueiras, que também chamamos de Gameleiras, são muito conhecidas por seu poder místico e também temos associações errôneas como associações como árvore do Diabo entre outros. Vou falar sobre essa árvore e sua importância religiosa desde a época de Jesus Cristo e Buda e seu poder de cura.


Algumas espécies, como a Mata-pau, são hemiepífitas, isto é, vivem parte da vida em outras plantas e parte da vida no solo retirando seus nutrientes. São plantas que conseguem se alojar em quase todo lugar como, por exemplo, em um cimento ou telhado. Isso ocorre por serem Zoocórica, ou seja, suas sementes são dispersas por animais. Seus frutos nascem de dentro de sua flor que é uma pequena bolinha verde e alimentam morcegos, macacos, pássaros, entre outros animais.

Na bíblia, existem várias citações da Figueira, aproximadamente 50 vezes, e nos evangelhos de Lucas e Mateus encontramos a ilustração de Jesus da passagem do tempo e profetizando utilizando brotos de Figueira. Temos, da mesma maneira, no culto africano, essa associação com o tempo, considerando a Figueira com o senhor do Tempo, também conhecida como IROKO, sendo a árvore chamada tal como o Orixá africano Iroko. Jesus, ainda, usa a Figueira como espaço sagrado de paz, prosperidade e segurança, desassimilando assim qualquer tipo de associação da Figueira com demônios ou algo do tipo. Temos, ainda, a Figueira como uma das três árvores do jardim do Éden. A arca de Noé teria sido construída com madeira de Figueira. Foi com folhas de Figueira que Adão encobriu “seu nu”. Além disso, temos o figo, seu fruto, muito utilizado para as ilustrações de Jesus e para os Judeus, segundo o Torá, é um dos sete alimentos sagrados. 

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Cravo da Índia

Cravo da Índia


Quem nunca comeu um delicioso doce caseiro com aquela pitadinha de cravo da índia? E quem nunca ousou experimentá-lo como um excêntrico tempero?
Mas o cravo da índia tem as suas funcionalidades que vão além do uso culinário.

O cravo (da Índia), (Syzygium aromaticum) é uma árvore nativa das ilhas Molucas, na Indonésia. O botão de sua flor, seco, é utilizado como especiaria desde a antiguidade, empregado na culinária e na fabricação de medicamentos. O seu óleo tem propriedades antissépticas, sendo bastante utilizado em odontologia.


O cravo tem sido utilizado há mais de 2.000 anos, como uma planta medicinal. Os chineses acreditavam em seu poder afrodisíaco. O óleo do cravo é um potente antisséptico. Seus efeitos medicinais compreendem o tratamento de náuseas, flatulências, indigestão, diarreia, tem propriedades bactericidas e é também usado com anestésico e antisséptico para o alívio de dores de dente.

Ele também é usado no tratamento de micose, que costuma ser muito demorado e por isso deve se ter muita paciência e perseverança. Ele é um bom remédio caseiro para acabar com esses fungos.

No meio espiritual, o cravo da índia é conhecido por ter um grande poder na limpeza da aura. Se esteve recentemente doente, principalmente se for resultado de uma baixa energia vibracional, o cravo da Índia é um ótima opção para trazer mais vigor à sua vida.
Ele ajuda, ainda, a afastar o medo e a opressão.

Ao fazer um banho, você estará colocando as suas energias vibracionais mais elevadas. Ele ajuda também com uma limpeza para fortalecer o seu lado profissional, afetivo e espiritual. De modo geral, os banhos com cravo da Índia são ideais contra o mau olhado, a inveja e as energias negativas.

Lembre-se de que para ajudar o poder do banho, deve, ainda, imaginar coisas boas e manter a sua energia positiva.

O cravo da índia também é usado em defumação para o desenvolvimento mediúnico, acelera o processo de ligação dos campos espirituais entidade x médium. Na umbanda, os Orixás principais que têm ligação com a planta é Oxalá e Oxum. Quando mastigado auxilia e aumenta o magnetismo das pessoas ou da corrente magnética.


Bianca de Oxóssi

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Folhas de Café

Folhas de Café


O cafeeiro (Coffea sp.) é uma planta arbustiva da família Rubiaceae e do gênero Coffea L., da qual são conhecidas mais de 103 espécies. O café é preferencialmente cultivado em países de clima tropical, tanto para o consumo próprio quanto para exportação para países de clima mais frios.

Historicamente, os primeiros registros de consumo e uso do café se deu no início do século IX. Planta essa que é oriunda das terras altas da Etiópia (possivelmente também no Sudão e Quênia) e foi difundida a partir dos comércios com o povo Egípcio e Europeu. Há evidências de que tribos africanas conheciam o café desde a Antiguidade, estas moíam seus grãos e faziam uma espécie de creme utilizado para alimentar os animais e também dava energia para os guerreiros.  



As folhas do cafeeiro têm altos níveis de compostos fenólicos, como a mangiferina (reduzindo o colesterol, o risco de desenvolvimento do diabetes e por sua ação neuroprotetora) além de ésteres de ácidos hidroxinâmicos, antioxidantes (os quais ajudam no combate a doenças do coração, diabetes e câncer). Além de acelerar o metabolismo, levando à queima de mais energia, evitando que ela se torne gordura e se acumule em nosso corpo.
Dentre outras propriedades das folhas de Café estão o combate à fadiga, ao cansaço mental, diarreias, cólicas em geral, é estimulante digestivo e dilata os brônquios (ajuda em casos de bronquite e asma), além de ser analgésico, antidepressivo, digestivo, revigorante, e tônica.




O café, bem como suas folhas não tem apenas essas propriedades, essa planta também é poderosa na reconstrução energética de nossa aura. Naqueles momentos de extremo cansaço (tanto físico quanto mental) o café, sendo como chá das suas folhas, chá dos frutos ou até mesmo um banho, pode ser utilizado como reenergizador, afastando as energias negativas e os inimigos astrais. 

O café também pode ser utilizado nas defumações quando buscamos atrair sorte e prosperidade. Na procura de prosperidade, devemos buscar Oxumaré (Orixá das riquezas e da prosperidade financeira) e o café pode ser aliado em um dos seus banhos. O café também tem a irradiação de Xangô, devido a sua energia viril, altamente energética e revigorante desse Orixá. 

Victor de Oxumaré

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Espada de São Jorge ou Espada de Ogum

Espada de São Jorge ou Espada de Ogum
A espada-de-são-jorge ou espada-de-santa-bárbara, (Sansevieria trifasciata ou Sansevieria zeylanica) possui diversos nomes populares,  também chamada de língua-de-sogra, rabo-de-lagarto e sanseviéria, é uma planta herbácea de origem africana.

 Também é importante saber que é uma planta tóxica e que não deve ser ingerida. Pesquisas científicas indicam que esta planta produz uma quantidade considerável de oxigênio durante à noite, alem de ser encarregada da limpeza do ar, na liberação de benzenos, metanol (formol), xileno, tolueno, dentre outros.

A espada de São Jorge é conhecida como um amuleto que pode ser utilizada de diversas formas, ela atua fortemente contra a inveja e para afastar pessoas mal intencionadas ou que venham com o intuito de trazer discórdia. Ao se tratar do mal olhado e da proteção, aconselha-se que esta planta poderosa seja colocada em um vaso na porta de entrada da casa. No que diz respeito às pessoas que sofrem com energias negativas de terceiros,  essa planta também tem o poder de auxiliar.




Essa planta também pode trazer prosperidade para os moradores daquela casa, ou, caso as pessoas procurem prosperidade, neste caso deve-se ater para que a planta tenha em suas folhas bordas amareladas (conhecida também como Espada de Iansã, ou Espada de Santa Bárbara), o que contribui para que a prosperidade chegue mais rápido.

Acredita-se que ao retirar a energia negativa e o olho gordo do ambiente, a planta atrai coragem e determinação aos moradores da casa na qual ela se encontra.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Saião

Saião

Dando continuidade ao nosso estudo sobre as ervas, no presente texto, iremos destacar algumas características interessantes sobre o Saião. Planta cujo nome científico é Kalanchoe brasiliense, é também popularmente conhecido como orelha-de- monge, coirama, folha-da-fortuna, folha-da-costa, folha da vida, dentre outros nomes. É uma planta de fácil acesso que vem se destacando devido à sua potencialidade no tratamento de diversos problemas, visto que possui diversas propriedades medicinais.

Na composição do saião são encontrados vários princípios ativos que o caracterizam como uma planta anti-inflamatória, antifúngica, antiviral, antimicrobiana, emoliente e cicatrizante. É indicado para o alívio de coqueluche, bronquite, asma e diversas infecções do trato respiratório. Como uso externo, recomenda-se seu uso para tratamento de queimaduras, dermatoses, contusões, cortes, dermatites e furúnculos, acnes, espinhas, calos e catapora, coceiras sem motivo aparente,  azia, gastrite, úlcera e desconfortos estomacais ou abdominais.



segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Folha de maracujá

Folha de maracujá

A fruta maracujá é bem conhecida por sua propriedade calmante. Maracujá que do indígena significa “alimento dentro da cuia”. O maracujá é da família das trepadeiras, da espécie Passiflora Edulis de origem Passifloraceae.

A folha do maracujá tem as propriedades medicinais mais concentradas do que a polpa da fruta. É considerada uma planta medicinal e está na lista das 15 melhores ervas medicinais testadas no Brasil. Contém sais minerais, vitaminas A, B1, B2, C, entre outras. O consumo humano é feito através do chá. O chá da folha de maracujá pode ser combinado com camomila e cidreira.  É comumente feito por infusão de 100 gramas de folha para cada litro de água, adoçado com mel ou açúcar para tornar o gosto mais agradável. Deve ser ingerido de 300 a 400 ml por dia.

O chá da folha do maracujá é utilizado em tratamento de diversas doenças. Cientificamente comprovado, o poder de cura da folha do maracujá é utilizado como tratamento contra ansiedade e depressão. A toxina existente na folha do maracujá, em contato com o sistema nervoso central, tem poder calmante e relaxante muscular. Por este motivo o chá da folha do maracujá é um poderoso antidepressivo e ansiolítico.


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Boldo (Tapete de Oxalá)

Boldo (Tapete de Oxalá)

Nome Científico – Plectranthus barbatus Andrews.

Sinônimos – Falso Boldo, Boldo Brasileiro, Boldo de Jardim, Folha de Oxalá, Boldão.

Classificação – Morna ou Equilibradora.

Função – Cristalizar, Acessar, Desobstruir, Preparar.

Orixás – Oxalá, Oxum.

Cor Energética – branco cristalino ao leitoso.


Também conhecido como "Tapete de Oxalá", o boldo teve essa nomenclatura adaptada a partir das suas folhas aveludadas, esbranquiçadas ao toque, parecendo realmente “um tapete”. Ele possui um aroma intenso parecido com a hortelã. O boldo é indicado para tratar problemas digestivos, agindo rapidamente no estômago, ajudando no processo de digestão. Quando ingerido, tem um gosto amargo devido ao lactalona que é muito eficiente para a digestão de gorduras.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Tiririca

Tiririca


Nome científico: Cyperus rotundus
Nomes populares: tiririca, capim-tiririca, tiririca-do-brejo, capim-dandá, erva-coco, junça-aromática.

A persistência e a agressividade da planta lhe dão fama. Cresce depressa sob sol pleno, se desenvolvendo preferencialmente em terrenos pobres, ácidos, mal drenados e erodidos ou com o solo à mostra.




Apresenta grande capacidade de tolerar a seca, o encharcamento e o calor intenso. O sombreamento constante e o frio enfraquecem a planta, que toma um crescimento mais lento. Multiplica-se por sementes, mas principalmente por hipertrofias e tubérculos subterrâneos.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Hortelã

Hortelã

O hortelã-verde (Mentha spicata), também chamado de  hortelã-de-leite, hortelã-dos-temperos, hortelã-das-cozinhas, hortelã-vulgar, hortelã-das-hortas, hortelã-comum ou mais comumente hortelã, é uma planta herbácea perene, da família das Lamiaceaes.

Evidências históricas indicam que esta planta é originária da Ásia e há muito tempo é cultivada em todo o mundo, além de ser uma planta resistente, suporta condições climáticas diferentes, desde que não lhe falte água.



sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Poejo

Poejo

Nome científico: Menta Pulegium. Nomes populares : Erva de São Lourenço,Poejo das hortas,poejo real,menta selvagem.

O poejo é uma planta aromática e que tem propriedades carminativas, digestivas, vermifugas, antissépticas, relaxantes, expectorantes,cicatrizante e emenagogas, isto é, aumenta o fluxo menstrual.


De fácil manejo, cresce bem em lugares frescos e úmidos. Cresce de 30 à 50 cm de altura e pode ser plantado em vasos ou canteiros. Possui flores brancas e lilases e é uma planta que pode ser colhida de três a quatro meses após o plantio. Pode ser usado em forma de chá quente ou gelado e também  como tônico.

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Manjericão

Manjericão

Nome científico: Ocimum basilicum.

Há mais de 50 tipos de manjericão, nem todos são comestíveis.  Os mais comuns encontrados no Brasil são o manjericão comum ou alfavaca e o manjericão italiano, estes possuem um sabor bastante apreciado pelo paladar do brasileiro. O manjericão pode ser ingerido como tempero, em saladas, temperos ou na forma de chás. 

Além do paladar agradável, o manjericão contém vitaminas A, C e K, além de manganês, cobre, cálcio, ferro e gorduras ômega-3. É uma ótima fonte de magnésio e possui muitas propriedades medicinais, pois é anti-inflamatório e antibacteriano. É recomendado no tratamento de resfriados, melhora o sistema imunológico, melhora a visão, é antiestresse, é utilizado no tratamento de problemas da pele, como psoríase, micoses e picadas de insetos. O manjericão é bom para a saúde dos olhos, elimina pedra dos rins, trata o estômago, alivia dores de cabeça e ajuda a baixar o nível de colesterol.