segunda-feira, 30 de abril de 2018

O Pensamento Negativo

O Pensamento Negativo

   Você já pensou na interferência que tem um pensamento negativo na sua vida física e espiritual? 
Em uma conversa com o pai Manoel, pude perceber o quão o nosso pensamento pode nos iluminar e ao mesmo tempo nos escurecer. Controlar os pensamentos na maioria das vezes não é fácil, mas já pensaram nas consequências que se tem pela falta de controle?
Todos sabemos que temos um corpo espiritual, que funciona como uma armadura e ninguém melhor para cuidar que nós mesmos,  e o resultado  da falta de cuidado desse corpo espiritual são as várias doenças no corpo físico. Indo mais além, aquele ser que tende a permanecer em um pensamento negativo, vive uma encarnação fundamentada na tristeza, e o seu corpo espiritual fica poluído, até que aquela pessoa consiga agradecer por tudo que tem. O agradecimento, algo tão simples que movimenta todo o universo, entender a dimensão do que é ser grato é o primeiro passo para entender todos os problemas, porque agradecer por algo bom é simples, mas já pensou em agradecer por problemas?


A maioria, como eu, responderia não. O pai Manoel me fez pensar em como é não agradecer pelos problemas e  a partir disso eu compreendi e consegui chegar no êxito. Fácil falar e fácil fazer, pois as coisas só se tornam difíceis quando você diz que é. Todo mundo tem uma escolha em uma mesma palavra, RECLAMAR/ RE CLAMAR, você pode clamar por coisas boas ou permanecer clamando por coisas ruins.
Tudo é questão de hábito e entendimento, passe a agradecer e "reclamar" o bem, seu e do próximo, para que o universo te traga o que for de merecimento.

Pai Manoel de Aruanda pelo medium Ryan de Oroiná
Redigido por Lara de Ogum Iara

sexta-feira, 27 de abril de 2018

A utilização do Terço

A utilização do Terço 

Fia você sabe o porquê utilizamos o terço? O terço é 1/3 de um Rosário, logo se você fizer a oração de 3 terços você terá 1 rosário, onde se realizada  a oração de 3 Mistérios:
1º Mistério= Gozoso 
2º Mistério = Doloroso
3º Mistério = Glorioso
Então estará fazendo a oração da Vida, Morte e Ressurreição. O terço é utilizado nas mãos para o realinhamento do médium e o preto velho. Nele, se tem 10 contas e uma separação de uma única conta, nas 10 contas se é realizado a oração Ave Maria. Na umbanda, fazemos a seguinte oração:

"Ave Maria cheia de graça,
o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre as mulheres,
e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte.
Que assim seja, pois em nós está a força das misericordiosas e
protetoras Iabás de nossa amada Umbanda.
Amém!"

Na única conta que se separa temos, a oração de:

"Glória a Deus Pai, a Oxalá, aos Orixás, a todas Entidades de Luz da nossa divina Umbanda, como era desde o início, é agora e será sempre, de nossa vida terrena até nossa vida espiritual. Que assim Seja!"


No final desse ciclo, chegamos na conta que fica separada das demais contas, nela se é realizada a oração Pai Nosso:

"Pai nosso que estais nos céus, nas matas, nos mares e em todos os mundos habitados. 
Santificado seja o teu nome, pelos teus filhos, pela natureza, pelas
águas, pela luz e pelo ar que respiramos. 
Que o teu reino, reino do bem, do amor e da fraternidade, nos una à todos e a tudo que criastes, em torno da sagrada Cruz, aos pés do
divino salvador e redentor. 
Que a tua vontade nos conduza sempre para o culto do amor e da caridade. 
Dai-nos hoje e sempre a vontade firme para sermos virtuosos e úteis aos nossos semelhantes. 
Dai-nos hoje o pão do corpo, o fruto das matas e a água das fontes para o nosso sustento material e espiritual. 
Perdoa, se merecermos, as nossas faltas e dá o sublime sentimento do perdão para os que nos ofendam. 
Não nos deixeis sucumbir, ante a luta, dissabores, ingratidões, tentações dos maus espíritos e ilusões pecaminosas da matéria. 
Enviai-nos, pai, um raio de tua divina complacência, luz e misericórdia para os teus filhos pecadores que aqui habitam, pelo bem da humanidade, nossa irmã. 
Que Assim Seja!"

Teremos um total de 50 Ave Marias, 4 pai nossos, 8 Glória a Deus. Então, quando iniciamos o trabalho como o terço fazemos a limpeza energética dele com a terrinha de nosso terreirinho fazendo o sinal mais forte que temos que é o sinal da cruz , onde nosso Pai Oxalá foi crucificado para nos dar essa vida bela.
Em seguida utilizamos três Lumi (velas) da corzinha Branca, né fia, da PUREZA, e faz o acendido do lado de fora, porque o terço é pequeno, que tem a representação de nosso Pai Oxalá. Logo representa todas as linhas da nossa Umbanda, Graças a Deus!!!
Lumi 1 = Oxála
Lumi 2 = Omulu 
Lumi 3 = Umbanda


Em forma de triangulo né, fia!!! Quando a vela é acendida, você deverá estar com o pensamento limpo, pois ela acenderá o fogo que há dentro de você e purifica toda sua alma.

Fica com Deus Fia.

Pai Manoel de Aruanda, pelo medium Ryan de Oroiná
Redigido por Alessandra de Logun Edé

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Perdão

Perdão

O senhor Exu Sete Catacumbas me ensinou que quando alguém nos magoa, nos fere com palavras e guardamos esse sentimento de raiva e de mágoa isso nos atrapalha muito.

As pessoas só nos fazem isso porque permitimos e a única pessoa culpada somos nós mesmos. Temos que olhar no espelho todos os dias e colocar essa raiva para fora. Vomitar mesmo tudo para fora!

Primeiro temos que nos perdoar e depois perdoar àqueles que nos ofenderam para que assim possamos seguir a nossa vida em paz.



Exu Sete Catacumbas pelo medium Igor de Oxum
Redigido por Márcia de Oxóssi

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Pedir Ajuda

Pedir Ajuda

Todos os guias do terreiro sempre nos dizem para pedirmos ajuda. Que muitas das vezes, o guia sabe que nós precisamos de ajuda, mas que a gente não pede, e eles não podem interferir sem a gente pedir. Eles só interferem sem o nosso pedido quando nós estamos correndo algum risco injusto e indevido e não temos consciência dele.
Quando temos consciência de alguma necessidade, de algum problema, de alguma dor, e não pedimos socorro, eles não podem fazer nada, mas às vezes o que eles esperam de nós é só o pedido. Pediu, a maior parte do trabalho, muitas vezes, eles fazem sozinho.
O exu arranca-toco nos disse que é como quando uma pessoa está caída no buraco, ela não consegue sair sozinha, mas ele não pode chegar, sem o pedido da pessoa, e arrancar ela de lá. A pessoa precisa pedir, e esse pedir, seria o ato da pessoa levantar a mão e falar: “me tira daqui.” 


E o pedir o socorro não demanda nenhum esforço, o esforço maior é de quem chega em frente ao buraco, se debruça nele e te puxa pela mão , te arrasta, levando o peso todo. Muitas vezes, quando o guia nos pede para fazer algo,  achamos que estamos fazendo alguma coisa muita grande, e ficamos desanimados ou com preguiça, ou desinteressados, por achar que a entidade tem que fazer o trabalho todo sozinha porque ela pode. Ma,  quando o guia pede para fazer algo, isso significa que essa coisa feita  representa o levantar a mão para que ele possa pegá-la e nos auxiliar. Esse é um dos significados dos trabalhos que  nos são passados quando pedimos auxílio, seja uma oferenda, um hábito que ele deseja que criemos, um perdão que ele acha necessário que você dê, seja uma mudança de postura dentro de si, o auto-amor e o perdão que tanto pregam, por exemplo.
Esse ensinamento veio através do exu arranca-toco, nos mostrando que quando estamos mal e precisamos de ajuda, a gente pede, e esse pedir é a menor parte da ajuda. A maior parte eles fazem, mas eles não podem fazer se não pedimos. Então sempre que um guia falar para você fazer algo como, por exemplo, acender uma vela para seu o anjo da guarda, faça, para que ele possa descer no buraco e ir te resgatar. Você só deve esticar a mão para que ele te puxe.

Exu Arranca Toco pelo médium Hélida de Nana 

sexta-feira, 20 de abril de 2018

O que é ALEGRIA?

O que é ALEGRIA?

      O que é a ALEGRIA para a Vovó Maria Conga: A alegria é quando o sol nasce e vem nos mostrando o novo, que temos mais um dia, mais uma chance mas também é quando o sol vai embora e nos dá a noite, nos dá a visão linda que a gente fica feliz em ver. 
      A alegria é quando a gente planta e vê folhinha por folhinha crescendo, cada folhinha dessa planta é alegria e quando ela dá uma flor é transmitido amor de tanta alegria. Alegria é sol, mas alegria também é chuva. Alegria é dia, mas também é noite. 


     Alegria é calor, mas também é frio. E que a gente saiba que somos sempre felizes e nunca devemos nos prender nas coisas ruins que nos acontece. Que saibamos que naquele dia ruim que tivemos teve um momento de alegria, da mesma maneira que o sol vem e o sol se vai. A escolha de não viver na alegria é nossa. Que sempre que ela nos dá o seu axé, ela nos dá alegria, porque alegria é tudo, alegria é o amor. 
       A vida é alegria.


Vovó Maria Conga, pelo médium Helida de Nanã
Redigido por Bianca de Oxossi

quarta-feira, 18 de abril de 2018

O Segredo da Felicidade

     O Segredo da Felicidade

      Salve, Salve os pretos velhos! Salve meu Pai Joao de Aruanda! Muitos foram os ensinamentos que recebi de meu pai Joao! Através dele, com seu amor, sabedoria e humildade pude crescer e evoluir, humanamente e espiritualmente! Alguns de seus ensinamentos tenho imenso prazer em compartilhar com vocês!
“- Nunca, mas nunca mesmo ponha sua felicidade nas mãos de alguém. Ser feliz é sua responsabilidade!
“- Não permita que ninguém lhe roube sua paz, ela pertence a você!                                      Todo e qualquer sentimento, bom ou ruim é seu, pertence a você! A opção é sua, você escolhe com qual quer viver!


- A única pessoa capaz de te fazer feliz é você! Outras pessoas podem fazer parte desta felicidade! A energia com a qual você vibrar, será a energia que terá pra te sustentar!
- O planeta é lindo, maravilhoso! Ame, perdoe, aproveite cada dia de sua existência!
        - Tudo é perfeito e vocês fio estão nesta escola chamada terra!
      - Quer saber o quanto É importante? De que valeria nosso pai criar tanta beleza na imensidão desse universo, se não fosse você aqui fio, pra contemplar!                                     viva deus!”

Bom dia! Boa tarde! Boa noite!
Abençoada existências  a todos!
Muito Axé! Fiquem com  Deus!   

Pai João de Aruanda, pelo médium Carlos de Oxossi 

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Xingamento dos Guias

Xingamento dos Guias 
    Uma vez em conversa com a Vovó Maria Conga, me foi passado o seguinte ensinamento: Nós vivemos falando que os guias nos xingam, vivemos com receio de ir conversar com certos guias porque são bravos. Mas nunca abrimos os olhos para ver realmente o que é esse xingamento dos guias, muitas vezes levamos muitos puxões de orelha, preto velho de um jeito calmo e outras linhas de trabalho de uma forma mais rude. 


      Na verdade, todos estão ali querendo o nosso bem, querendo ajudar, mudar e melhorar o que não está nos fazendo bem. Os guias não estão nos xingando, cada um tem sua forma de expressar o que você precisa ouvir. Às vezes, ouvimos muitas vezes dos pretos velhos uma mesma lição e deixamos de lado, não ouvimos. Até chegar uma hora em que os exus vão falar de uma forma mais firme, hora em que assustamos e falamos ‘’tal guia é bravo, tenho medo dele’’ mas não vemos que aquele assunto está sendo tratado de tal forma porque eles não querem nos ver arcar com as consequências daquele ato. 
      Nós estamos no terreiro procurando ajuda, mas não queremos ouvir o que eles têm para nos falar, não seguimos o que nos aconselham e no final ainda falamos que ganhamos xingo. Vovó Maria Conga me ensinou que devemos sempre estar de peito, mente e alma abertos para ouvir e seguir o que estão falando, pois mesmo que de forma rude, tudo vem para evitar um mal maior daqui um certo tempo. 

Vovó Maria Conga, pelo medium Helida de Nanã
Redigido por Ana Clara de Logunan



sexta-feira, 13 de abril de 2018

Equipe de Segurança do Terreiro

Equipe de Segurança do Terreiro

     Hoje falaremos um pouco sobre uma das seguranças espirituais do terreiro. Como toda casa (templo religioso) que oferece um auxílio espiritual à humanidade, existe, devido aos trabalhos envolverem muita energia divina, tanto para sustentação quanto para auxiliar resgates, quebras de magias, desobsessão entre outras atividades, uma equipe especializada em garantir o melhor desenvolvimento do trabalho possível, impedindo assim, que espíritos refratários à lei divina se manifestem para prejudicar os trabalhos.

     No nosso terreiro não é diferente. Existe uma equipe de irmãos espirituais, de todas as linhas de trabalho, compondo essa grande equipe de segurança. Essa equipe é administrada pelos caboclos Tupinambá e Tupiniquim. Eles são responsáveis por todos e por todo o trabalho.


     Esses seres de luz (Tupiniquim e Tupinambá) possuem um elevadíssimo grau de evolução moral, maior até mesmo que os guias chefes da casa. Portanto suas visões de análise são atemporais, têm conhecimento de todos que irão participar dos trabalhos, quem chega mais tarde e quem sai mais cedo, etc. Eles sabem quais espíritos refratários entrarão nesse grande campo de proteção para receber auxílio e impedem os que vêm para prejudicar.

     Na medida em que nos aproximamos do terreiro, tendo em vista que a segurança começa no início da estrada à beira da MG 164, se mantivermos atenção na energia ambiente, podemos sentir, a cada vez que estamos mais perto do terreiro, as energias densas dissipando dando lugar às energias sutis. Dentre os componentes dessa equipe de segurança, temos, na porteira de entrada do terreiro, os guardiões Exu Sete Capa Preta e Exu das Sete Porteiras.


     Devemos lembrar que existe diferença entre chefe da segurança e falange de trabalho. As falanges de trabalho são irmãos quem vêm no terreiro através da incorporação para nos auxiliar na evolução moral. Já o guia chefe da segurança são irmãos de altíssima elevação encarregados de proteger todos os trabalhos da casa e todos os presentes no momento do trabalho.

     Daí vem a importância de estarmos centrados e focados no trabalho, evitando pensar em situações externas. A nossa vibração pode atrair seres refratários ao ambiente de trabalho assim como um ímã e, nesse caso, os irmãos da segurança muitas das vezes não conseguem evitar, porque respeitam o nosso livre arbítrio tanto de ação quanto de pensamento. Portanto mantenha o máximo de foco e pense coisas positivas para manter uma vibração elevada dentro do terreiro.


"- Eu vejo eles como gigantes de armadura brilhante [...]"- Exu Sete Catacumbas

Axé a todos!



Exu Sete Catacumbas, pelo médium Igor de Oxum
Redigido por Ryan de Oroiná 

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Fundamentos da Quartinha de Barro na Umbanda

Fundamentos da Quartinha de Barro na Umbanda
A umbanda possui a sua ritualística própria e, dentro dela, dentro de alguns terreiros, está o uso da quartinha. Ao ser avistada, deve se ter em mente que o espaço onde ela está ocupando é sagrado e tem o intuito de mostrar que se trata de um local de ritual religioso.
O termo quartinha se refere a um recipiente de barro ou de louça, (sendo o de barro mais usado e será explicado mais abaixo) para acondicionar líquidos, sendo para alguns terreiros o seu uso indispensável. E o que torna esse artefato indispensável é o fato dele carregar firmamentos para proteção do médium e/ou do terreiro, conforme a entidade "dona" da quartinha determinar. Elas ficam nos assentamentos das entidades, firmadas no terreiro.
As quartinhas de barro são mais utilizadas devido à simbologia de que a "transpiração" do barro imita a do nosso corpo, pois permite  a renovação de nossas vidas, do nosso ser através da evaporação da água pelos poros do barro, e a adição de mais água sempre que precisar. Elas são instrumentos pessoais e não devem ser manipulados por mais ninguém. Cabe ao médium responsável manter somente sua vibração e a energia da entidade designada para a mesma. É necessário se cuidar das quartinhas como  se cuida da alma, pois ela é como se fosse a essência do médium e tivesse um pouquinho de sua alma.
Dentro delas, é de suma importância, como dito acima, o uso da água e manter  sempre cheia pois com esse ato você está cuidado de si e da entidade firmada. Além da água, possa ser que a entidade peça para adicionar alguns elementos. No meu caso, a quartinha que será firmada por mim, no assentamento do Caboclo Cobra Amarela, guia que trabalha comigo, foi recomendo que se colocasse dentro uma pedra Quartzo Verde e que renovasse a água de 7 em 7 dias.
As quartinhas se encontram em duas formas: uma com alça usada para orixás/entidades que representam o feminino, podendo observar que as com alças se assemelham a uma mulher com as mãos na cintura. E as sem alças usadas para orixás/entidades que representam o masculino.


A importância da água na quartinha  é um fator que predomina na Umbanda.Ela pode absorver, acumular ou descarregar qualquer  vibração, seja benéfica ou maléfica. As águas utilizadas para descarrego, têm fundamento parecido com a fumaça, sendo que a fumaça carrega as energias consigo, e a água absorve essas energias.
  Na nossa umbanda, a água é um dos elementos naturais mais receptivos com uma energia altamente condutora. É bastante utilizada pelas entidades em momentos onde há necessidade de uma limpeza, purificação e energização de nosso corpo astral, afinal existem casos de energias mais densas onde usam água, que somente esse elemento natural é capaz de desfazer, limpar e equilibrar.
A água pode ser traduzida numa única palavra, Vida!
Bruno de Oxóssi

segunda-feira, 9 de abril de 2018

O Merecimento

O Merecimento
O merecimento é de cada um. Não é possível caminhar com a perna do outro. Só se caminha com a própria perna. Não é possível guiar a perna do outro, pois a sua cabecinha está ligada à sua perna.
Não seja sombra no irmão que faz por você. Seja a luz que ajuda a clarear os pensamentos e a alma.
É muito simples, cada um pensa em si e ajuda o próximo no que puder, se não puder, fique em silêncio. Não pode dar a mão, não empurra. Não pode ajudar a levantar, não pise, retenha-se.


Retidão, prudência, sabedoria e tolerância. Perdão é uma prática de caridade consigo mesmo.
Para vencer as barreiras da vida é necessário enfrentá-las.
Não existem bons conhecimentos sem amor, não existe amor sem conhecimento. Não existe obstáculo que não possa ser vencido se levado a sério e com amor.

Pai João de Aruanda, pelo médium Igor de Oxum
Redigido por Adriele de Iansã

sexta-feira, 6 de abril de 2018

O sucesso

O sucesso

O sucesso meu filho, não é o final da caminhada, o sucesso meu filho é o caminho. 

Os filhos de terra pensam que o sucesso é chegar ao topo, ao ápice de sua vida, mas pensa que a vida é igual a um caminho, se o caminho é uma linha reta, sem altos e baixos, como o filho sabe que está no alto ou no baixo? Não tem como saber, porque filho de terra não terá ponto de referência.

Agora pensa que o caminho do filho de terra é cheio de buracos, montanhas e desafios a serem vencidos, como que filho sabe onde esta o alto da vida? Quando o filho esta dentro do buraco, é filho, é difícil de aceitar, mais é nesse momento, quando o filho está dentro do buraco que o sucesso começa. Quando o filho aceita que está dentro do buraco a mudança começa, é nessa hora que se olha pro topo da montanha e se começa a caminhada. 


E quando o filho chega la no alto da montanha o que acontece? Esse é o ápice da vida? Não filho, quando filho chega no alto e olha pro horizonte ele vê que la na frente tem mais montanha pra ele subir, mais buraco pra ele cair. Esse é o segredo do sucesso filho, o sucesso não é um topo que quando se chega la não precisa fazer mais nada, o sucesso filho é o processo, a subida por si só. 

Pensa nisso filho, pensa que as vezes vocês buscam viver apenas no topo, só que filho tem que passar pelo buraco sim, tem que saber como são as dificuldades pra saber como é o sucesso. 


Pai Jacó de Aruanda
pelo médium Victor de Oxumarê


quarta-feira, 4 de abril de 2018

A cura de si

A cura de si

A cura de si mesmo vem com preparo de cada um, o que motiva cada um, o que traz força de cada um, cada ser tem em si uma motivação, então basta avaliar a motivação que cada um carrega em si. 


Avaliar o que vale a pena e pensar se é o que realmente quer. A mudança de foco jamais pode ser como a mudança de verdades, a verdade é mútavel, mas o foco não.


Exu 7 Catacumbas
pelo médium Igor de Oxum

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Porque se consagra a imagem de Ogum para Ogum Megê em terreiros com a irradiação de Oxum e Oxossi?

Porque se consagra a imagem de Ogum para Ogum Megê em terreiros com a irradiação de Oxum e Oxossi?

A pouco tempo atrás nosso terreiro ainda não possui uma imagem de Ogum em seu congá. Em abril de 2017 fomos presenteados com uma imagem de São Jorge e pedimos ao nosso saudoso pai João de Aruanda para consagrar a imagem a Ogum, quando foi fazer a consagração pai João pediu para que pesquisássemos o motivo de se consagrar para Ogum Megê nos terreiros de Oxum e Oxossi. Todos membros da corrente procuraram encontrar essa informação na internet, mas nada foi achado. Então em outra gira o Cangaceiro do Capão Comprido veio nos esclarecer.


Ogum Megê é o falangeiro de Ogum que trabalha na linha das almas, com regência de Omolu. Omolu, como é sabido, é o senhor da calunga pequena (cemitério) e no cemitério são enterrados corpos de almas que se foram, mas que ainda possuem muita “vitalidade”, muita energia. E essa energia vital pode ser usada para gerar outras vidas, como arvores e plantas e nesse ciclo tanto Oxossi como Oxum, que são regentes das matas e aguas respectivamente, são fundamentais para a geração dessas novas vidas. No entanto a decisão se essas energias serão usadas na geração de novas vidas pertence a Oxalá e quem transmite a vontade de Oxalá para Omolu, Oxossi e Oxum é Ogum Megê.

Da mesma forma em um terreiro de Oxum e Oxossi, Ogum Megê trasmite a esses orixás se é da vontade de Oxalá que os trabalhos continuem ou se o terreiro já cumpriu sua missão e deverá ser encerrado.

Ricardo de Ogum Matinata